O título assustou?

Pode ser que você realmente esteja cometendo alguns erros de e-mail marketing bastante graves e comprometendo os seus resultados. É preciso garantir o melhor uso desse recurso para aproveitar os benefícios dele.

O e-mail marketing é um canal bastante poderoso que pode trazer excelentes retornos para a sua estratégia de marketing. Estima-se que existem mais de 3,9 bilhões de contas de e-mail em todo o mundo, além de a maioria das pessoas preferir esse meio para receberem conteúdo promocional em vez das redes sociais.

Veja a seguir 5 erros de e-mail marketing que sua empresa está cometendo:

1. Não mandar bons e-mails de boas-vindas

A primeira comunicação com o seu inscrito serve como uma ótima oportunidade para saber mais sobre ele e inseri-lo em listas de segmentação inteligentes. Basta perguntar a ele qual tipo de conteúdo deseja conferir ou que produtos costuma consumir. Se esse contato não é feito, você perde a chance de entregar um conteúdo especializado para as expectativas dessa audiência. Trata-se de um dos erros de e-mail marketing que você não pode cometer.

No entanto, o e-mail de boas-vindas não precisa obrigatoriamente contar com uma enquete. Ele também pode servir para apresentar a proposta editorial da newsletter e recomendar algumas ofertas especiais para esse início de relacionamento. O ponto mais importante é não deixar reinar o silêncio nesse momento.

2. Não ter CTAs claros

Cada envio de e-mail marketing da sua marca precisa ter um propósito, como vender um produto, conquistar cadastros ou até direcionar público para um conteúdo específico. Seja qual ele for, é essencial que seus disparos tenham CTAs que apontem para esses destinos. Senão, ficará impossível obter conversões.

O CTA (call-to-action, ou chamada para ação) serve como uma chamada persuasiva que convença o leitor a clicar nela para acessar algo de valor. Para isso, é importante acertar na redação (como usar verbos no imperativo com tom de urgência) e no layout (como usar cores chamativas, mas integradas à sua identidade visual).

3. Não atender as expectativas dos inscritos

Tenha muita atenção ao que é prometido a quem se inscreve na sua newsletter. Afinal, se houver um desalinhamento entre esse quesito e o conteúdo que realmente é entregue, a tendência é que a sua taxa de cancelamentos aumente. É essencial que o seu público entenda o que receberá e você cumpra essa promessa continuamente.

Por exemplo, se você convence seu visitante a se inscrever em uma newsletter para receber avisos de promoções e descontos exclusivos, o mínimo esperado é que seu e-mail marketing traga essas facilidades com alta frequência. Somente prometa o que você pode cumprir.

4. Não ter conteúdo responsivo

Você sabia que 41% das aberturas de e-mail acontecem em dispositivos mobile? Se o seu conteúdo não está preparado para funcionar bem nesse tipo de aparelho, você está alienando uma fatia considerável da audiência, que é um dos principais erros de e-mail marketing possíveis.

Isso não vale apenas para o conteúdo do seu e-mail. Mesmo que ele esteja plenamente adaptado para vários tipos de dispositivos, isso também precisa ser considerado ao criar as landing pages que receberão acessos a partir desses envios. De nada adianta ter um e-mail responsivo se ele aponta o público para páginas que não abrem adequadamente em aparelhos móveis.

5. Não fazer testes

As decisões relacionadas ao seu e-mail marketing (e também ao restante da sua estratégia) não devem ser fundamentadas no “feeling” nem em suposições. Em vez disso, é extremamente importante que você realize testes de vários tipos para comprovar a eficácia de cada escolha. Felizmente, o marketing digital possibilita fazer isso de forma fácil e eficaz.

Os testes A/B servem para experimentar duas variações de determinada peça para, depois, mensurar seus resultados e enxergar qual obteve melhor performance. Assim, você consegue construir um e-mail marketing totalmente alinhado ao que a sua audiência prefere.

O e-mail marketing é uma poderosa ferramenta para conquistar engajamento e conversões a partir do seu público. Para isso dar certo, você precisa planejar muito bem de que forma esse recurso será usado. Não entre no piloto automático, já que é essencial se manter em constante aprimoramento para obter bons resultados. Vamos começar?

Banner para o download do ebook O Guia Prático do Email Marketing

Banner para o download do ebook O Guia Prático do Email Marketing