Usar a ferramenta certa para cada trabalho é algo essencial em qualquer área de atuação, especialmente no marketing. Se você não empregar os meios adequados em suas estratégias, ficará impossível alcançar os objetivos que tanto deseja. O Outbound Marketing e o Inbound Marketing são exemplos de recursos que precisam ser bem utilizados.

O Inbound Marketing ganha cada vez mais destaque no meio digital como método eficaz para atrair a atenção de quem tem perfil para se tornar seu cliente. Por outro lado, o Outbound Marketing é a maneira tradicional com que as marcas buscavam impactar suas audiências e divulgar seus produtos. Novas possibilidades tecnológicas transformaram esses dois procedimentos e os tornaram mais eficientes.

Você já se perguntou sobre as diferenças entre Outbound Marketing e Inbound Marketing? Quer saber qual caminho é o mais indicado para as necessidades da sua empresa? Então este post é para você.

O que é Outbound Marketing?

Outbound Marketing, que serve para impactar clientes

O termo Outbound Marketing se refere a um tipo de campanha que se encarrega de iniciar a interação com o público e mandar sua mensagem a ele. Em geral, envolve canais mais tradicionais de marketing, como anúncios em revistas, TV, rádio, jornais, outdoors e ligações. O intuito é ir atrás da audiência e trazê-la para a sua empresa.

Esse tipo de estratégia se fundamenta na maioria das vezes em interromper o público com mensagens publicitárias. É o conceito por trás de um comercial de TV, por exemplo, que se insere entre a programação transmitida.

Apesar de muito associado a meios offline, o ambiente digital possui diversas modalidades de Outbound Marketing. Afinal, nele também é possível gerar interrupções no usuário e levar uma comunicação publicitária para ele. É o caso de pop-ups, banners, anúncios no meio de vídeos, e-mails enviados em massa, entre outros. O conceito se refere menos à tecnologia envolvida e mais à maneira como interage com o público-alvo.

Quais as vantagens e desvantagens do Outbound Marketing?

O marketing tradicional permanece vivo em diversos segmentos, mas começou a perder espaço para soluções mais assertivas. Ainda assim, continua sendo uma ferramenta bastante utilizada especialmente devido à popularização do marketing digital.

Com o passar do tempo, as pessoas começaram a desenvolver aversão às práticas mais incisivas do Outbound Marketing. Quem não aproveita os intervalos comerciais para ir ao banheiro ou trocar de canal, essencialmente ignorando a propaganda que chega para interromper? Na internet, o banner blindness começou a se tornar mais frequente, que é uma reação inconsciente que ignora publicidade.

Além disso, os custos do Outbound Marketing costumam ser mais altos, especialmente no meio offline. É preciso gastar mais para atingir uma audiência que pode nem ter identificação com o seu produto e marca, configurando um desperdício de recursos.

O que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing, que serve para atrair público

O Inbound Marketing é exatamente o oposto do Outbound Marketing: em vez de buscar a atenção do público e trazê-lo para o seu produto, envolve um movimento de atrair essas pessoas de forma que elas venham porque querem. Essa motivação tem raiz na produção e disponibilização de conteúdo de qualidade que seja do interesse dessa audiência.

O processo é feito por meio da compreensão daqueles problemas que mais afligem o público que você pretende atingir. Em seguida, são planejados conteúdos que consigam ajudar essas pessoas a resolverem tais questões sozinhas. Isso fará com que comecem a enxergar a marca como uma referência.

Quando decidirem optar por um produto como o seu, a escolha será feita em favor daquela empresa que sempre se posicionou como uma autoridade no assunto e ajudou tanto com conteúdo relevante. Nós temos um post focado em Inbound Marketing que traz todos os conceitos que você precisa aprender sobre o tema.

Quais as vantagens e desvantagens do Inbound Marketing?

O Inbound Marketing permite estabelecer a sua empresa como uma referência em sua área de atuação. Seu público confiará muito mais nela, pois terá se acostumado a conferir conteúdo informativo dela nos momentos em que precisava solucionar dúvidas ou aprender mais sobre determinado tema. Esse relacionamento será determinante para a preferência dele ao decidir fechar negócio.

Apesar de ser capaz de trazer excelentes resultados para empresas de diversos segmentos, o Inbound Marketing não faz isso de forma imediata. Se você está em busca de retornos mais rápidos, certos canais de atuação podem fazer esse tipo de entrega, como o investimento em anúncios digitais.

Isso não significa que o Inbound Marketing não tenha valor para a sua marca. A manutenção de uma campanha como essa permite que a sua empresa conquiste cada vez mais autoridade e visibilidade a longo prazo, algo essencial para ocupar um espaço de renome no seu mercado. Você não pode viver apenas de ações rápidas que visam retorno imediato.

Qual é a melhor opção? Outbound Marketing ou Inbound Marketing?

Integrações entre Outbound Marketing e Inbound Marketing

Antes de começar, é importante ter em mente que não existe uma única melhor opção para a sua empresa. Na verdade, o caminho ideal envolve combinar os elementos do Outbound Marketing com o Inbound Marketing para contar com a estratégia ideal para alcançar os seus objetivos.

Um equilíbrio entre essas duas modalidades pode trazer bastante sucesso para a sua empresa. Basta utilizar as forças do Outbound Marketing para impulsionar o Inbound Marketing e vice-versa.

Como integrar Outbound Marketing e Inbound Marketing?

Segmentação de conteúdo via anúncios

Por mais que seja possível atrair a atenção do público contando com um bom SEO em seu conteúdo, é sempre válido contar com um impulso que vai além disso. Uma estratégia de Inbound Marketing pode se beneficiar bastante de técnicas originalmente pertencentes ao Outbound Marketing, como é o caso da criação de anúncios focados nessas ofertas. Use ferramentas como o Facebook Ads ou Google Ads para impactar suas personas com seus posts e materiais usando uma segmentação que faça sentido.

Captação de contatos em eventos

A sua empresa vai participar de alguma conferência ou feira de seu segmento? Vale a pena captar os contatos estratégicos que surgirem nesse espaço para depois direcionar conteúdo especializado a eles. Ofereça a essas pessoas um meio fácil de se cadastrarem na sua lista ao visitarem a presença do seu negócio no evento e planeje um conteúdo relevante para enviar a elas posteriormente.

Envio de e-mail marketing automatizado

Outro traço do Outbound Marketing permanece no Inbound Marketing: mandar e-mails com ofertas relevantes para o seu público após ele expressar interesse em seu conteúdo. Uma estratégia de automação é bastante valiosa para esse fim, já que permite configurar envios automáticos baseando-se nas ações desempenhadas pelos seus visitantes. Personalize essas abordagens para aumentar o grau de identificação gerado.

Integrações inteligentes com lojas físicas

Uma loja física pode ter acesso aos vários benefícios que os e-commerces têm para captar dados de clientes e implementar campanhas estratégicas, basta fazer uso dos mecanismos corretos. Por exemplo, é possível integrá-la por meio de identificadores em aplicativos e impactar essas pessoas com anúncios segmentados na próxima vez que usarem a internet.

Você precisa ter acesso às ferramentas corretas para alcançar os resultados que deseja com a sua marca. Conforme já ficou claro, não se trata de descartar completamente o Outbound Marketing em favor do Inbound Marketing. O segredo para o sucesso está em combinar os melhores elementos dos dois de maneira que a sua empresa consiga atingir quem precisa com um conteúdo relevante. Mantenha a sua estratégia em plena renovação ao acompanhar as tendências da área e ao implementar novidades tecnológicas que consigam trazer benefícios a você.

Banner para o download do ebook O que é Inbound Marketing

Banner para o download do ebook O que é Inbound Marketing