[TheChamp-Sharing type="vertical" align="left" left="0" count="1"]

Charlie Brown Junior

Desafio

Foram dez anos de relacionamento profissional e amizade com a banda Charlie Brown Junior, onde tivemos inúmeros desafios. Um dos que mais nos orgulha é termos sido parceiros definitivos, responsáveis pelo posicionamento da banda no cenário digital, através da produção de conteúdo, criação das suas ativações e da gestão da comunidade de fãs.

Solução

Em dez anos entregamos sites, hot-sites, video clipes e muito conteúdo para a banda Charlie Brown Junior.

Resultados

  • Visibilidade com primeiro site institucional

  • 1 milhão de visualizações mensalmente

  • 150 mil e-mails de contato com fãs

Fomos responsáveis por disseminar em redes sociais, principalmente no Orkut uma porção de informações sobre a banda, atuando com os fã clubes e influenciadores de uma forma inédita.

O primeiro site institucional trouxe para a banda muita visibilidade e criou um canal definitivo de comunicação com os fãs.

A história começou numa noite de 2003, quando a Ludmilla e o Chorão se encontraram pela primeira vez para conversar sobre o site da banda. Já tínhamos algumas ideias para o projeto e fomos conversar com o Chorão para apresentá-las. Apesar do sucesso da reunião, o projeto ficou parado por quase dois anos. A banda também passava por mudanças em sua formação, quando se relançou no mercado em 2005. Justamente quando nossas histórias começaram a caminhar lado a lado.

Em agosto de 2005, Chorão nos chamou para retomar o projeto. Rediscutimos as ideias e dessa vez com novas demandas. A comunidade de fãs ansiava por um novo álbum, por novas formas de comunicação com a banda e por tudo que o momento prometia.

Depois de algumas semanas de conversa, os cenários se alinharam. O álbum Imunidade Musical estava quase pronto. Chorão ampliava sua atuação criativa escrevendo para a área de cinema. Havia uma necessidade urgente de apresentação dos novos músicos. E lá estávamos nós, fazendo parte desse caos criativo.

Charlie Brown Junior

Finalmente ao vivo

Todo o desenvolvimento do site foi feito em Flash, incluindo as áreas dinâmicas. Além de muito trabalho na criação de interfaces interativas, todo o conteúdo era integrado com uma área de back-end para facilitar a atualização do conteúdo direto da estrada.

Na época as redes sociais estavam começando a se fortalecer no Brasil. O Orkut ganhava força e, além de cuidar do site, moderávamos e alimentávamos as comunidades oficiais e não oficiais da banda. Além disso, respondíamos e-mails dos fãs e profissionais de imprensa.

Dentro da Mkt Virtual havia um community manager focado no conteúdo da banda. Isso tornava o site vivo e criou uma grande empatia entre toda a comunidade ao redor da banda. Nesse aspecto, o Charlie Brown Junior foi bastante pioneiro e era uma das únicas bandas do País que contava com esse tipo de interação com os fãs.

O sucesso do projeto foi tanto que Chorão passou a nos considerar para vários outros tipos de projeto.

Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior

“Por que vocês não fazem meu clipe?”

Meses depois da publicação do site oficial, o Chorão nos convidou para uma conversa. Ele queria falar de duas novas ideias. O site do filme O Magnata e da criação de um videoclipe.

Nós nunca tínhamos feito um videoclipe. A primeira reação, completamente espontânea foi: “mas como assim? Nós nunca fizemos um clipe!”. O Chorão respondeu: “eu sei disso. Mas se vocês fazem o que vocês fazem, vocês conseguem fazer clipe também”. Na hora todo mundo riu – e bateu um baita frio na barriga.

A música era escolhida foi “Ela vai voltar”. Buscamos um parceiro para entrar nessa conosco, especialmente na parte de 3D – onde convidamos o Afonso Poyart para co-dirigir o projeto. E assim foi feito. Dois meses depois veio a estreia na MTV. E alguns meses depois, o videoclipe “Ela vai voltar” foi indicado ao Video Music Brasil (VMB 2006) da MTV.

Charlie Brown Junior

Dois anos depois, em 2008 veio um novo desafio. A banda estava lançando o álbum “Ritmo Ritual e Responsa” e o Chorão pediu um clipe novo, de uma música que adoramos desde que ouvimos pela primeira vez: “Pontes Indestrutíveis”.

Com esse clipe ganhamos o Prêmio Multishow 2008 pelo melhor videoclipe do ano.

Charlie Brown Junior

Cinco anos depois, o novo site oficial

O site publicado em 2005 teve uma longa e feliz vida, mas sempre reforçamos para a equipe ligada a banda a necessidade de atualização. E os próprios fãs pediam atualizações constantes no projeto. Em 2009 mudamos o site para uma plataforma transitória. E em 2010 propusemos um novo site para a banda, dessa vez utilizando HTML5.

A banda novamente havia alterado sua formação. Dessa vez o álbum em lançamento era o “Camisa 10 joga bola até na chuva”. Construímos uma identidade nova, mais focada em ilustrações. E novamente, mais um projeto que marcou uma nova fase do CBJR.

Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior

Só os loucos sabem: os bastidores

Até hoje os que conhecem nossa história perguntam: “Como era trabalhar com o Chorão?”. Definitivamente foi uma experiência única, pela qual somos muito gratos. O Chorão era um cara ímpar, uma ebulição criativa, cheio de papo reto mas muito flexível para ouvir (e melhorar) as todas as ideias que fornecíamos.

Uma grande troca acontecia toda vez que nos reuníamos. O que fazíamos influenciava diretamente a linguagem do que estava por vir. E as sugestões e ideias do Chorão eram incorporadas a nossa linha criativa.

No meio de setembro toda a estética do site estava definida: um site em três cores, com influencia direta dos cartazes nova-iorquinos dos shows underground e das paredes da lendária CBGB.

Perto desse período fizemos algumas reuniões, na Mkt Virtual e no Chorão Skate Park para aprovar cada etapa do projeto. Não era fácil conciliar a agenda de shows e compromissos da banda com a gestão do cronograma. Mas conseguimos através de reuniões que aconteciam durante noites e madrugadas, aqui em Santos.

Uma curiosidade que poucos sabem: na época (em 2005) o Chorão morava a apenas 700 metros da sede da Mkt Virtual, facilitando bastante a nossa logística. E hoje, uma década depois e em nosso escritório atual, vemos diariamente o apartamento onde Chorão morava. É impossível não pensar nele toda vez que olhamos pelas janelas.

Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior
Charlie Brown Junior

Prêmios

  • FEST MULTIMÍDIA 2006

    2o Lugar na Categoria Entretenimento (Site oficial)

  • Prêmio Multishow 2008

    Clipe "Pontes Indestrutíveis"

  • Indicação ao VMB 2006

    Clipe "Ela vai Voltar"

  • Indicação ao VMB 2008

    Clipe "Pontes Indestrutíveis"

  • Estudo de caso na Revista Webdesign

    Edição de janeiro de 2006

Ficha Técnica

Site Charlie Brown Junior 2005

  • Concept

    Ludmilla Rossi

  • Design

    Ludmilla Rossi, Mauro de Tarso

  • Redação

    Jerri Rossato, Ludmilla Rossi

  • Produção/Desenvolvimento

    Mauro de Tarso, Danilo Costa, Christian Pugliese, Mauricio Matias

  • Community management

    Pedro Reino, Rafael Leite

  • Gestão de Projeto

    Ludmilla Rossi, Mauricio Matias

Site Charlie Brown Junior 2010

  • Concept

    Renato Cunha, Ludmilla Rossi

  • Design

    Renato Cunha

  • Redação

    Pedro Reino

  • Produção/Desenvolvimento

    Danilo Costa, Bruno Marques

  • Gestão de projeto

    Danilo Costa

Clipe Ela vai voltar

  • Direção

    Ludmilla Rossi, Afonso Poyart

Clipe Pontes Indestrutíveis

  • Direção

    Ludmilla Rossi, Matheus Ruas